quarta-feira, 3 de setembro de 2014

De volta

Muita coisa aconteceu no Brasil e na minha vida desde a última vez que postei algo neste espaço virtual.
A parada nas atividades do blog foi necessária. O mês de agosto foi especialmente rico em mudanças profissionais. Deixei a assessoria técnica que desenvolvia no Senado Federal. Pedi exoneração do cargo de professor efetivo da Prefeitura de Belém, onde mantive vínculos profissionais durante trinta anos e local em que comecei a lecionar.
Toda a mudança acima descrita foi motivada pela minha aprovação no concurso público para professor efetivo da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília. Esta conquista só foi possível por que consegui terminar meu doutorado seis meses antes do prazo legal, o qual versou sobre financiamento da educação e busca pela redução das desigualdades territoriais, e contou com a inestimável orientação do professor Romualdo Portela. Ter feito doutorado na Universidade de São Paulo, a melhor do país, também foi muito desafiador e gratificante.
Desde abril de 2013 que estava como professor substituto na UnB. A posse como professor efetivo não representa mera continuidade das atividades docentes que estava desenvolvendo. É o início de uma nova carreira acadêmica. De docência, de pesquisa e de extensão.
Bem, como o mundo não gira em torno de mudanças que ocorreram em minha vida, estamos vivendo as eleições mais disputadas e imprevisíveis dos últimos tempos. Neste mês em que fiquei ausente deste espaço houve uma reviravolta no cenário eleitoral.
Volto, após esta fase de ajuste na minha vida, a dedicar parte do meu tempo para este espaço virtual de debates educacionais. E durante o mês de setembro apresentarei algumas reflexões sobre educação e eleições presidenciais.

Não usarei este espaço para propagandear uma candidatura, mesmo que isso seria lícito. Acho que a maior contribuição que posso dar é apresentar aspectos relevantes dos desafios educacionais que estarão em jogo no pleito, descortinar assuntos que estejam escondidos e cobrar posicionamento sobre assuntos que estão sendo esquecidos.

2 comentários:

Flávia Costa Lima Dubberstein disse...

Com certeza suas reflexões e apontamentos estavam fazendo falta Prof. Luiz :)
Parabéns pela conquista, e ingresso na composição do quadro docente na respeitada UNB. Sucesso em sua nova jornada, merece colher muitos bons frutos de sua dedicação. É apenas mais um bom começo ^_^

lourdes marchi disse...


Resumo da verdade que o PT aprendeu a negar com Lula:
http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/a-presidente-amiga-dos-mensaleiros-agora-se-disfarca-de-inimiga-das-bandidagens-que-acobertou/